Leucopenia e trombocitopenia no diagnóstico da dengue

Bruno Rafael Sousa Barbosa, Antônio Marmoro de Caldeira-Júnior

Resumo


Este trabalho tem como objetivo demonstrar as alterações encontradas nos hemogramas com o binômio leucopenia, trombocitopenia e usar o valor como suporte ao diagnóstico da doença em casos que seria difícil ou impossível a realização do exame específico para dengue o NS1. Trata-se de um estudo descritivo e exploratório, com abordagem de caráter quantitativo e qualitativo. Foram analisados 88 hemogramas de pacientes com resultado de pesquisa de antígeno NS1 positivos obtidos no Centro Clínico e Laboratório Primogênito localizado no Jardim Ingá município de Luziânia GO. Ao termino, deste estudo, concluiu-se, que os resultados demonstraram que o hemograma auxilia no diagnóstico da dengue, mas não substitui a pesquisa do antígeno NS1, para casos recentes e a pesquisa de IgM/IgG para pacientes após o período de uma semana da infecção. Além disso, a realização do hemograma após a confirmação da dengue fornece dados importantes para o acompanhamento da evolução e a cura da doença.

 


Palavras-chave


Dengue; Leucopenia; Trombocitopenia.

Referências


Portal da saúde. Disponível em: . Acesso em: 12 jun 2016.

Brasil. Fundação nacional de saúde. Dengue: aspectos epidemiológicos e tratamento, n°176. Brasília: Ministério da Saúde; 2002

Brasil. Dengue diagnóstico e manejo clínico adulto e criança 4° Edição. Brasília: Ministério da Saúde; 2011.

Laboratório Osvaldo Cruz Londrina-PR. Disponível em: . Acesso em: 11 jun, 2016.

Oliveira ECL, Pontes ERJC, Cunha RV, Froes, IB, Nascimento D. Alterações hematológicas em pacientes com dengue. Rev Soc Bras Trop. 2009; (42): 682-5.

Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em saúde coordenação–geral do programa nacional do controle da dengue. Disponível em: . Acesso em: 01 jun, 2016.

Brasil. Ministério da Saúde. Conselho Nacional de Saúde. Poder executivo. Resolução nº466/2012. Brasília 2012. Dispõe sobre as diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisa envolvendo seres humanos.

Ribeiro AF, Marques GR, Voltolini ML. Associação entre incidência de dengue e variáveis climáticas. Rev saúde pública. 2006; 40(4): 671-6.

Entendendo a leucopenia e suas causas. Disponível em: . Acesso em: 12 jun 2016.

Houghton AR, Gray D. Symptoms and Signs in Clinical Medicine. 13a Ed. Boca Raton: CRC Press; 2010.

Lawrence PF, Bell RM, Dayton MT, Hebert JC. Essentials of General Surgery. 5a Ed. Filadélfia: Lippincott Williams & Wilkins; 2012.

Como é a policitemia vera? Disponivel em: . Acesso em: 18 jun, 2016.

Brasil. Ministério da Saúde. Fundação Nacional de Saúde. Doenças Infecciosas: guia de bolso. 8ª ed. Brasília: Distrito Federal; 2010.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Fator de Impacto ISI- International Scientific Indexing

JCR 0.852 (2017)/ JCR 1.021 (2018)

Qualis CAPES: B4

Índice H: 9,0

ISSN Online: 2179-0981 / ISSN Impresso: 2316-848X