Perfil nutricional de pré-escolares do programa mais educação na cidade de Goiânia- GO

Luana Carla Andrade Souza, Veronica de Lima Santos, Rodrigo Ansaloni de Oliveira, Keila Cristina Félis, Carla Chiste Tomazoli Santos, Iel Marciano de Moraes Filho

Resumo


O objetivo do estudo fora avaliar o Perfil nutricional de escolares de uma escola tempo integral participante do programa Mais Educação na cidade de Goiânia- Go. Trata-se de uma pesquisa exploratória, com abordagem quantitativa. O cenário desta investigação foi uma escola de tempo integral beneficiada pelo Programa Mais Educação no município de Goiânia- GO. A amostra do estudo foi composta por 154 crianças no período pré-escolar. No total observou que 42% de crianças estão no índice de normalidade, 33% se encontram em situação nutricional abaixo do peso, seguido de 13% de crianças com obesidade grau III, 7% com sobre peso, 3% obesidade grau II e 2% grau I. A falta de heterogeneidade nos resultados demonstraram um despreparo pelas as partes governamentais, e da gestão escolar na qualidade nutricional dos escolares que esta diretamente ligada ao crescimento e desenvolvimento fisiológico e mental das crianças assistidas na instituição de ensino.

 


Palavras-chave


Serviços de Saúde Escolar; Políticas Públicas de Saúde; Pré-Escolar; Transtornos da Nutrição Infantil; Obesidade Pediátrica.

Referências


-Accioly E. A escola como promotora da alimentação saudável. Rev. Ensaio. Ciência em Tela, V.nº2, Rio de Janeiro; 2009.

- Ramos FP, Santos LA, Costa AB. Educação alimentar e nutricional em escolares: uma revisão de literatura. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, pág. 2147-2161, 2013.

-Carvalho KIF, Alves MIS, Vidal JMA. Ações Educativas de Incentivo ao Consumo de Peixe por Escolares da Rede Municipal de Serra Talhada-PE. XIII JORNADA DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO – JEPEX 2013 – UFRPE: Recife, December 9-13.

-BRASIL, Escola Básica e Secundária Tomás de Borba. Programa de Educação e Higiene Alimentar; 2018. Available at: . Acesso em: 17 Apr 2018.

-FNDE (Fundo Nacional de Alimentação Escolar). Programa Nacional de Alimentação Escolar. Available at: Access on: 20 Apr 2018.

- Fisberg M, Machado R, Possa G. Obesidade Infantil – Rede Nacional Primeira Infantil – RNPI, Fortaleza/CE;2015.

Zanin T. Como Calcular o IMC da Criança e do Adolescente. Tua saúde. Available at: . Access on: 13 Apr 2018.

- Pinheiro P. Como Calcular o IMC – Índice de Massa Corporal. MD. Saúde, 2017. Available at: < https://www.mdsaude.com/2014/10/imc-indice-de-massa-corporal.html>. Access on: 13 Apr 2018.

- BRASIL, Ministério da Educação. Fundo Nacional entidades executoras participantes do Programa Mais Educação, exercício 2014. Desenvolvimento da Educação – FNDE. Repasse Financeiro do Programa Nacional de Alimentação Escolar.

- Basílio AL. Alimentação Escolar é parte do processo de aprendizagem. Centro de Referências em Educação Integral. Available at: .Access on: 12 Apr 2018.

- BRASIL, Ministério da Saúde. Manual de Terapia Nutricional Na Atenção Especializada Hospitalar No Âmbito do Sistema Único de Saúde – SUS. Brasília-DF; 2016.

- BRASIL, Ministério da Educação. Saiba Mais – Programa Mais Educação. Available at: < http://portal.mec.gov.br/expansao-da-rede-federal/195-secretaria112877938/seb-educacao-basica-2007048997/16689-saiba-mais-programa-mais-educacao>. Access on: 20 Apr 2018.

- Rodrigues JP, Pereira ES, Moura MR e Colaboradores. Estado Nutricional e os Efeitos da Educação em Saúde com Pré-escolares: revisão integrativa de literatura. Portuguese, Rev Enferm UFPI. 2016; 5(2): 53-59.

- Paula R, Alberto F, Lamboglia GF, Silva MBL, Tereza V, Monteiro S, Moreira M, Priscilla A, Pinheiro NP, Helena M, Silva B, Antonio C. Prevalência de Sobrepeso e obesidade em escolares da rede pública e particular da cidade de Fortaleza. In: Revista Brasileira em Promoção da Saúde; 2018.

- Oliveira LFL, Costa CRB. Educação física escolar e a obesidade infantil. Revista Científica Multidisciplinar Núcleo Do Conhecimento.2016; 10(1): 87-101.

-Pedraza DF, Silva FA, Melo NLS, Et al. Estado nutricional e hábitos alimentares de escolares de Campina Grande, Paraíba, Brasil. Ciências & Saúde Coletiva, Campina Grande, PB. 2017. p.469 – 477.

-Mendes LV. As consequências da desnutrição no desenvolvimento físico e mental infantil. Fundação Telefônica.Brasil, 2 de dez 2016. Available at:

. Access on: 21 Apr 2018.

- Otero UB, et al. Prevalência de óbitos por desnutrição em idosos, Região Sudeste, 1980-1997. Revista de Saúde Pública, São Paulo, [S.l].2002; 36(2): 141-48.

-Silva JKS, Beserra LCM, Moura IRD, Et al. O Programa Saúde na Escola e a Atuação do Enfermeiro no Contexto da Atenção Primária. II Congresso Brasileiro de Ciências e Saúde – CONFRACIS. Campina Grande/PB, 2017.

- Rashe AS, Santos MSS. Relato de Experiência. Enfermagem escolar e sua especialização: uma nova ou antiga atividade. Rev. bras. enferm. vol.66 no.4 Brasília July/Aug. 2013.

- Sousa E, Guerreiro M. O papel do enfermeiro na obesidade infantil. EFDeportes.com, Revista Digital. Buenos Aires, ano 19, nº 199, 2014.

-Ooliveira VC, Cadette MMM. Anotações do enfermeiro no acompanhamento do crescimento e desenvolvimento infantil. Acta paul. enferm. vol.22 no.3, ISSN 1982-0194, São Paulo/SP, 2009.

- Corengo.org.br. 2014. Protocolo de Enfermagem na Atenção Primária à Saúde no Estado de Goiás. [online] Available at: .Access on: 11 Aug 2018.

-Vinicius M. Crescimento e Desenvolvimento. Enfermagem Esquematizada. Available at: . Access on: 1 May 2018.

-Mesquita AL, Souza VAB, Moraes-Filho IM, Santos TN, Santos OP. Atribuições de enfermeiros na orientação de lactantes acerca do aleitamento materno. Rev. Cient. Sena Aires. 2016; 5(2): 158-70.

-Bergamaschi D, Adami FS. Perfil Antropométrico de Crianças e Adolescentes. Rev. Ciênc. Saúde.2015; 17(1): 53-60.

-QEDU. Dados sociodemográficos e estruturais da escola pesquisada. Disponível em: Access on 11 May 2018.

- Linardakis, M, Sarri, K, Pateraki, MS, Sbokos, M, Kafatos, A. O consumo de bebidas com adição de açúcar entre crianças do jardim de infância de Creta: efeitos sobre o estado nutricional e risco de obesidade . BMC Public Health;  2008.

- BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria Interministerial Nº 1.010, de 8 de Maio de 2006. Institui as diretrizes para a Promoção da Alimentação Saudável nas Escolas de educação infantil, fundamental e nível médio das redes públicas e privadas, em âmbito nacional. Brasília: MS, 2006.

Available at: . Access on: 2 Jan 2018.

- Oliveira MC, Vassimon HS, Programa Nacional de Alimentação Escolar e suas aceitações pelos alunos: uma revisão sistemática. Investigação 2012; 12(1):4-10.

- Fernandes AGS, Fonceca ABC, Silva AA. Alimentação escolar como espaço para educação em saúde: percepção das merendeiras do município do Rio de Janeiro, Brasil. Cien Saúde Colet 2014;19(1):39-48.

- Costa LDS, Pessoni LML, Moraes-Filho IM, Santos CCT, Queiroz HA, Araujo LM. Importância e necessidade de formas de organização e gestão escolar. 2018; 7(3): 214-27.

- World Health Organization. Growth reference data for children aged under 5 years. WHO reference, 2007.

- Ferreira, H.S. SCM. Luciano, SCM . Prevalência de extremos antropométricos em crianças do estado de Alagoas. Rev Saúde Pública.2010; 44(2):377-80.

- Strufaldi, M W L.; Puccini, R F.; Pedroso, G C.; Silva, HMK.; Silva, NN. Prevalência de desnutrição em crianças residentes no município de Embu, São Paulo, Brasil, 1996-1997. Cad. Saúde Pública 2003;19(2):421-428.

-Fanhani, K K. Bennemann, RM. Estado nutricional de escolares da rede municipal de ensino de Maringá, Estado do Paraná, Brasil. Acta Scientiarum 2011;33(1): 77-82.

-Brasil. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal: Centro Gráfico, 1988. p. 292 .


Texto completo: PDF PDF(ENG)

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN (Online): 2179-0981 / ISSN (Impresso): 2316-848X

 

Indexações:

Resultado de imagem para google academico Resultado de imagem para doaj Resultado de imagem para international scientific indexing logo Resultado de imagem para cuiden logo Resultado de imagem para latindex logo

Resultado de imagem para pkp  logo Sumários.org Resultado de imagem para Portal Oasisbr logo LA Referencia

Resultado de imagem para redib logo Resultado de imagem para RCAAP logo Resultado de imagem para Lilacs logoResultado de imagem para diadorim logo

 

Fator de Impacto ISI- International Scientific Indexing

JCR 0.852 (2017)/ JCR 1.021 (2018)