Tecnologias de prevenção dos acidentes por motocicletas no Ceará, Brasil: análise de campanhas midiáticas

Adailson Vieira da Silva, Francileudo Santos de Abreu, Nylla Kettilla Freitas Diógenes Medeiros, Zélia Maria Sousa Araújo Santos, Anderson Reis de Sousa

Resumo


Objetivo: analisar as campanhas midiáticas acerca das tecnologias de prevenção dos acidentes por motocicletas no C.eará, Brasil. Método: Trata-se de um estudo exploratório, onde foi realizada uma pesquisa documental através do site institucional, sobre tecnologias educativas desenvolvidas pelo DETRAN-CE para a prevenção de acidentes de moto no Ceará. Resultados: As campanhas educativas na mídia cearense são divulgadas pelo Departamento Estadual de Trânsito do Estado do Ceará - DETRAN-CE, órgão que regulamenta o trânsito no estado. O DETRAN-CE divulga as preventivas através de mensagens e orientações sobre condutas corretas no trânsito, no sentido de mudar o comportamento do homem na via pública e reverter o quadro de violência, reduzindo o número de acidentes, mortes e feridos. O público alvo são os condutores, passageiros, ciclistas, motociclistas e pedestres, que são ao mesmo tempo agentes e vítimas da violência, já que estudos apontam o homem como responsável por 90% dos acidentes no trânsito no país. Conclusão: Em virtude do número crescente de acidentes de trânsito no Ceará, verificou-se à inexistência de uma tecnologia atualizada e eficaz, para a prevenção de acidentes com motociclistas, o que pressupõe a ineficácia do desenvolvimento de uma ferramenta atualizada aplicada para a segurança no trânsito.


Palavras-chave


Acidentes de Trânsito; Causas Externas; Prevenção de Acidentes; Emissões de veículos; Monitoramento Epidemiológico.

Referências


Simoneti, FS. et al. Padrão de vítimas e lesões no trauma com motocicletas. Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba, [S.l.], v. 18, n. 1, p. 36-40, abr. 2016. ISSN 1984-4840. Disponível em: . Acesso em: 11 jul. 2018. doi:http://dx.doi.org/10.5327/Z1984-4840201624711.

Seguradora Líder. Centro de Dados e Estatísticas. Boletim Estatístico. Disponível em: . Acesso em: 10 jul. 2018.

Santos, ZMSA. Frota, MA. Martins, ABT. Tecnologias em saúde: da abordagem teórica a construção e aplicação no cenário do cuidado [livro eletrônico]. − Fortaleza: EdUECE, 2016.

Dias, RG. O uso de metáforas na análise da eficácia das campanhas de marketing social sobre a prevenção aos acidentes de trânsito: um estudo com condutores habilitados. 2015. 136 f. Dissertação (Programa de Pós-graduação em Administração - Mestrado) – Faculdade Novos Horizontes, Belo Horizonte, 2015.

Ceará. Departamento Estadual de Trânsito do Ceará - DETRAN-CE. 2018. Disponível em: . Acesso em: 10 jul. 2018.

Richardson, RJ. Pesquisa social: métodos e técnicas. 2ª ed. São Paulo (SP): Atlas; 1989.

Cellard, AA análise documental. In: POUPART, J. et al. A pesquisa qualitativa: enfoques epistemológicos e metodológicos. Petrópolis: Vozes, p. 295-316. 2008.

Rede interagencial de informações para a saúde – RIPSA. Indicadores e dados básicos para a saúde. (2009). Brasília: Ministério da Saúde. Disponível em: http://tabnet.datasus.gov.br/cgi/idb2009/tema.pdf Acesso em: 18 de fev. 2017.

Observatório nacional de segurança viária – OSNV. (2015). Retrato da Segurança Viária no Brasil - 2015. Relatórios. Brasília, 84 p. Disponível em: Acesso em: 15, mar, 2017.

Queiroz, MS, Oliveira, PC. Acidentes de trânsito: uma visão qualitativa no Município de Campinas, São Paulo, Brasil. Cadernos de Saúde Pública. 18(5):1179-1187. 2002.

Associação brasileira de prevenção de acidentes (2017). Estatísticas Nacionais de acidentes de trânsito. http://www.viasseguras.com/os_acidentes/estatisticas/estatisticas_nacionais Acesso em: 20, fev, 2017.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Fator de Impacto ISI- International Scientific Indexing

JCR 0.852 (2017-2018)

JCR 1.021 (2018-2019)

JCR 1.254 (2019-2020)

Qualis CAPES: B4

Índice H: 9,0

ISSN Online: 2179-0981 / ISSN Impresso: 2316-848X