O conhecimento de mulheres portadora de endometriose sobre a doença e o planejamento familiar

Thais Lima de Sousa, Rodrigo Marques da Silva, Leila Batista Ribeiro, Samuel da Silva Pontes

Resumo


Objetivo: analisar o conhecimento da mulher portadora de endometriose sobre a sua doença e o planejamento familiar. Método: trata-se de um estudo quantitativo, transversal e descritivo realizado em maio de 2021 junto a 20 mulheres com endometriose inscritas em grupo específico no Instagram. Aplicou-se, via google forms, um questionário sociodemográfico e clínicos e um instrumento para avaliação do conhecimento das mulheres. Utilizou-se a estatística descritiva para a análise dos dados que ocorreu no Statistical Package for Social Science, versão 25,0. Resultados: embora 70% das mulheres saibam o que é planejamento familiar, houve predomínio daquelas que possuem dúvida a respeito da doença (85%), que não sabem qual serviço de saúde do Sistema Único é responsável pelo planejamento familiar(65%) e que não conhecem o seu direito ao planejamento familiar ou a fertilização in vitro(80%). Ainda, predominaram mulheres que possuem “algum conhecimento” da doença (40%). Conclusão: O conhecimento das mulheres a respeito da endometriose e planejamento familiar é limitado, sendo desconhecidos aspectos relativos à doença, ao acesso aos serviços de saúde e aos direitos sociais envolvidos.


Palavras-chave


Planejamento Familiar; Endometriose; Saúde da Mulher.

Referências


Johnson NP, Hummelshoj L; World Endometriosis Society Montpellier Consortium. Consensus on current management of endometriosis. Hum Reprod. 2013 Jun;28(6):1552-68. https://doi.org/10.1093/humrep/det050

BRASIL. Biblioteca virtual em saúde. Endometriose. 2012. Acesso em 13 Abr 2021. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/dicas/250_endometriose.html

São Bento PAS, Moreira MCN. A experiência de adoecimento de mulheres com endometriose: narrativas sobre violência institucional. Ciênc. saúde coletiva. 2017; 22(9): 3023-32.

Spigolon DN, Moro CMC Arquétipos do Conjunto de Dados Essenciais de Enfermagem para Atendimento de Portadoras de Endometriose. Rev Gaúcha Enferm. 2012; 33(4):22-32. Doi: https://doi.org/10.1590/S1983-14472012000400003

Brasil. Superior tribunal de justiça. Fertilização in vitro: ciência e Justiça unidas para garantir o sonho da maternidade. Brasília: Ministério da Justiça; 2019.

Brasil. Presidência da República Casa Civil. Lei Nº 9.263, de 12 de Janeiro de 1996. Brasília: Casa Civil; 1996.

Carvalho Jr PM, Rosa RSL, Sgambatti MS, Adachi EA, Carvalho VCL. Avaliação do programa de residência multiprofissional em saúde da família: uma análise qualitativa através de duas técnicas. Revista HUPE. 2012;11 (1):114-9.

Ramos ELA, Soeiro VMS, Rios CTF. Mulheres convivendo com endometriose: percepções sobre a doença. Ciência & Saúde 2018;11(3):190-7. Doi: http://dx.doi.org/10.15448/1983-652X.2018.3.28681

Bellelis P, et al. Aspectos epidemiológicos e clínicos da endometriose pélvica: uma série de casos. Rev. Assoc. Med. Bras. 56 (4): 467-71. Doi: https://doi.org/10.1590/S0104-42302010000400022

Bellelis P, Podgaec S, Abrão MS. Fatores ambientais e endometriose. Rev Assoc Med Bras. 2011; 57(4): 456-61.

Chapron C, Lang JH, Leng JH, Zhou Y, Zhang X, Xue M, Popov A, Romanov V, Maisonobe P, Cabri P. Factors, and regional differences associated with endometriosis: a multicountry, case-control study. Adv Ther. 2016;33(8):1385-407.

Bento PASS, Moreira MCN. Quando os olhos não veem o que as mulheres sentem: a dor nas narrativas de mulheres com endometriose. Physis: 2018; 28 (03): e280309. Doi: https://doi.org/10.1590/S0103-73312018280309

Silva RM, Ara√∫jo KNC, Bastos LAC, Moura ERF. Planejamento familiar: significado para mulheres em idade reprodutiva. Ciênc. saúde coletiva. 2011; 16 (5): 2415-24. Doi: https://doi.org/10.1590/S1413-81232011000500010

Cardoso JV, et al. Epidemiological profile of women with endometriosis: a retrospective descriptive study. Rev. Bras. Saude Mater. Infant. 2020; 20 (4): 1057-67 https://doi.org/10.1590/1806-93042020000400008

Denny E. Women’s experience of endometriosis. J Adv Nurs. 2004 Jun;46(6):641-8. Doi: https://doi.org/10.1111/j.1365-2648.2004.03055.x

Huntington A, Gilmour JA. A life shaped by pain: women and endometriosis. J Clin Nurs. 2005 Oct;14(9):1124-32. doi: https://doi.org/10.1111/j.1365-2702.2005.01231.x.

Brilhante AVM, Oliveira LAF, Lourinho LA, Manso AG. Narrativas autobiográficas de mulheres com endometriose: que fenômenos permeiam os atrasos no diagnóstico? Physis. 2019; 29 (03): e290307https://doi.org/10.1590/S0103-73312019290307


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Fator de Impacto ISI- International Scientific Indexing

JCR 0.852 (2017-2018)

JCR 1.021 (2018-2019)

JCR 1.254 (2019-2020)

Qualis CAPES: B4

Índice H: 15,0

Índice i10: 31,0

ISSN Online: 2179-0981 / ISSN Impresso: 2316-848X